sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Maratona Literária de Carnaval



Esse ano está tão corrido e cansativo que mal estou lendo, mas não tem como deixar passar em branco a Maratona Literária de Carnaval, afinal o feriado serve não somente como descanso da cabeça, bem como "carregar as baterias" para realizar um bom desempenho no trabalho.

Além disso, esse será o terceiro ano que participo da Maratona, foi quando conheci os canais Nuvem Literária e Pronome Interrogativo. Agora com reforço dos canais Dear Maidy e Thais Wandrofski.

Uma maratona literária consiste em ler mais do que você normalmente consegue em determinado período e adiantar as leituras, ou dar prioridade para algum livro que há tempos queria ler e não o tenha feito por "n" motivos.

Essa edição tem alguns desafios, mas não os seguirei, pois já havia pensado no livro que lerei desde o ano passado, afinal, conforme já viram na foto acima (retirado da internet, por pura preguiça, rs) tive de me preparar psicologicamente para tal calhamaço.

Na verdade, tive de me programar e mudar, pois essa será uma maratona esquenta, de 48 horas, que inclusive está terminando, pois estava programada para os dias 23 e 24 de fevereiro. A vida não para, correria desde a terça, quando saíram os vídeos dos canais participantes, então esse post atrasou, a leitura também... quase findo o prazo da maratona e nem consegui ler, assim que terminar e postar aqui, vou começar a ler esse "pequeno livro".

Claro que já pensei que essa maratona seria o plano A para essa leitura, mas quando vi que seriam somente 48 horas de prazo, já pensei nos planos B e C.

Antes vou deixar os links dos vídeos onde essas booktubers explicaram e mostraram os livros escolhidos para suas respectivas leituras.









O Plano B foi pensado ao assistir o vídeo abaixo:




Outra oportunidade para conseguir ler durante o carnaval, sim, vou tentar terminar a leitura até a quarta feira de cinzas, quando volto ao trabalho.

Reitero que mal tenho conseguido ler desde o começo do ano, na verdade o ritmo de leitura diminuiu consideravelmente desde o ano passado e que não tenho certeza de que consiga ler mais de 1000 páginas em poucos dias, mas como a "loucura" é intrínseco nessa pessoa, pensei no plano C.

Coincidência ou não, o André Jorge Jr. lançou recentemente o Projeto Lendo IT;


Tudo está bem explicado tanto no vídeo acima como aqui, que tem o cronograma de leitura.

Resumindo: são mais de 1000 páginas para ler em poucos dias ou meses... será que serei bem sucedida, ou falharei miseravelmente? 

Aguardem os resultados nos próximos episódios. A sorte está lançada.



















sexta-feira, 9 de setembro de 2016

24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Pode não ter tido post sobre a edição anterior da Bienal de SP, mas dessa vez vai ter sim e com comparação entre as duas edições.

Pois então, em 2014, esse blog ainda estava nos planos e foi somente após a bienal em que ele de fato nasceu e foi ao ar. Dentre todo o tempo em que demorou a entrar no ar, meio que desanimei de fazer post sobre aquela bienal que foi a minha primeira edição do evento.

Vamos às impressões desse evento maravilhoso.

Como em 2014, decidi ir no primeiro dia, para aproveitar mais, pegar a credencial e andar pelos corredores de maneira mais sossegada possível. Aquele ano estava bem tranquilo andar pelos corredores, quase ninguém presente e dava para circular sem ou com rumo. Entrei em diversos stands por diversas vezes, conversei com muitas pessoas, comecei a guardar o caminho para os stands preferidos.

Esse ano já notei uma pequena diferença: tinham mais pessoas, já haviam alguns alunos de escolas. Acho que todos pensaram a mesma coisa que eu. Mesmo assim ainda dava para andar para qualquer lado, com tranquilidade. Logo que cheguei já fui pegar a credencial e visitar os stands dos amigos, marcar presença, pegar a programação do dia e ficar de olho no horário para aproveitar os eventos.

Algumas diferenças a mais: os stands estavam menores, o que deixavam os corredores mais largos, facilitando o fluxo de pessoas. Os stands das grandes editoras estavam mais afastados dessa vez, um pouco mais longe uns dos outros. O sinal de celular e internet estavam melhores, o que consequentemente ajudou na hora de pagar. Em 2014 era um desespero para passar o cartão, por falta de sinal nas máquinas.

A comida continua cara, assim como a água e refrigerante. Apesar de várias pessoas avisarem isso, como se programar para vários dias de bienal tendo de viajar tanto tempo para chegar em SP? O jeito foi se alimentar com besteiras pelo final de semana inteiro.

Um arrependimento: não ter feito um roteiro de quais stands visitar, fiquei meio perdida no início e com a plena convicção de que andei 3 dias e não vi quase nada.

Na sexta acabei entrando num daqueles stands de livros com preço único e a compra foi meio nerd, com 5 livros por R$ 20,00. Foram todos relacionados à química ou física, (a pessoa nem assim relaxa e aproveita).
Também aproveitei para "puxar" uma amiga para o bate papo com a Tati Feltrin do Tiny Little Things. Foi bem fluído o papo e logo ao abrir as perguntas, tive uma ideia e fiz uma pergunta relacionado a livros com pontas soltas... Inclusive ela falou algo no vídeo de domingo no YouTube. Sou do tipo que fico um pouco tímida em algum evento, mas depois que começo a falar, para me fazer parar é difícil.


Fui no stand da Editora Empíreo, para comprar o livro Solteiro Sofre Demais, mais de 1 ano querendo esse livro do Bruno Godoi.



No sábado, estava tão entediada no hotel, que decidi ir mais cedo para a bienal e, nossa, estava com uma fila enorme 1 hora antes da abertura. Loucura, isso. Logo na hora em que entrei, já fui diretamente para o stand da Record, para pegar a senha da sessão de autógrafos da Ana Beatriz Brandão.

A manhã praticamente voou, nem deu tempo de sentir fome, teve evento com a Vanessa Bosso, na Arena TodaTeen. Vanessa falou um pouco do seu novo livro: Chuta que é Carma! 
Leu o primeiro capítulo para todos os presentes (Deveria ter filmado).



Mandei mensagem para o amigo Tito Prates, pois queria pegar autógrafos nas duas obras que ele escreveu sobre a Agatha Christie.




Em seguida já corri para o encontro de Booktubers. Revi alguns que já conhecia: Nathalia Cardoso, Luan Felipe, André Jorge Jr., Drieli Alves, revi a Tati Feltrin de longe, conheci o Victor Almeida e fiquei procurando a Ju do Nuvem Literária.


Fui em direção ao evento da Record, mas decidi passar antes pelo stand do Grupo Autêntica para conhecer a Bianca Briones, finalmente, tirei foto e prometi ir em algum evento futuro em SP, para autografar todos os livros dela.




O lançamento da Ana Beatriz Brandão foi meio surpreendente para mim, pois imaginava que a autora tivesse entre 18 e 20 anos, fiquei abismada ao saber que a mesma tem apenas 16. A fila foi legal para interagir e conversar com várias leitoras de cidades diferentes do Brasil. Ana Beatriz é uma fofa, estava emocionada, ajudou a abrir meus livros que levei ainda nos plásticos, autografou todos, ao final ainda recebi um kit lindo e especialmente preparado para esse evento.









Nesse meio tempo, a minha evil twin chegou e fomos explorar a bienal, andando por stands, visitando amigos, comprando livros ou conhecendo novos livros e autores. Foram momentos especiais a passagem pelo stand da Amazon e da ONG Raios de Sol, novidades virão em breve. Ao passar pelo stand da Novo Século, fui procurar a autora Renata Ventura e não me arrependi... que simpatia e carinho em falar dos seus livros, pena que não deu para comprar, mas já está nos planos futuros.



No domingo, acordei cedo, saí do hotel e fui direto para a rodoviária. Deixei a mala no bagageiro e fui pra bienal. A fila estava bem menor do que no dia anterior. Lá pelas tantas, a pessoa que estava na minha frente na fila estava comentando do sol. Eu nem pra reparar que era uma autora. Só percebi quando algumas pessoas da fila pediram autógrafo e fotos. Perguntei para uma moça, que estava atrás de mim na fila, sobre o gênero que a autora escrevia. Ao saber que era chick lit, quase tive uma síncope. Ainda mais por estar tomando coragem para pedir uma foto e no mesmo momento, os seguranças pediram que ela passasse e entrasse diretamente. Pensa numa pessoa irritada por não saber quem era a autora. Só deu tempo de ler o nome na credencial dela: Leila Rego.

Fui na Martins Fontes para comprar um box do Roald Dahl com 4 livros por R$49,95. Um achado e tanto.


Ao passear rumo ao stand da Record, passando à frente do stand só Submarino, eis que ouço uma voz conhecida: Ju do Nuvem Literária. Claro que parei na hora e fiquei ouvindo o bate papo com o Jackson do Connect Qu4tro e o Rafael do Bigode Literário.



Queria ter participado do lançamento do Pó de Lua nas Noites em Claro, mas não tinha condições físicas de permanecer horas na fila de autógrafos.

Fui almoçar e fiquei sabendo que teria outro evento com a Vanessa Bosso na Arena Todateen.

Eis que o destino foi favorável, pois o evento anterior estava atrasado e era com algumas autoras que já conhecia, dentre elas a Chris Melo e Graciela Mayrink. E não menos importante, a autora que não conhecia e que estava do meu lado na entrada. Claro que não poderia perder a oportunidade novamente e fui falar com ela, tirei foto e prometi procurar os livros dela para leituras futuras.



Outra correria para rever o amigo autor Raphael Montes no stand da Companhia das Letras. Uma fila até considerável. Tão bom rever um amigo tão talentoso.

E por final... o último evento que participei foi o encontro de blogueiros na Arena Todateen, da editora Astral Cultural. Foi bom para conhecer os diversos tipos de gêneros e públicos da editora, ouvir os autores falando de suas obras e os brindes sensacionais.







Saldo da bienal: muitos livros autografados, outros tantos inseridos na lista, conheci novos autores, alguns contatos de blogueiros e/ou projetos interessantes.

O que mais vi: as tais coroas do Itau (geral usando), livros de games, livros de youtubers.

O que mais ouvi: em todos os bate papos/eventos que participei perguntaram sobre esses livros de youtubers e/ou booktubers.

Bienal é um evento para ir com amigos, aproveitar para conhecer novos autores, livros, por que não dizer gêneros, pegar marcadores de livros, fazer contatos com blogs, editoras, respirar algo diferente.

Quem dera se pudesse passar todos os dias por lá, mas quem sabe da próxima vez dá certo de pelo menos ir nos dois finais de semana?

Ah... esqueci de comentar de um stand que me conquistou completamente pelo atendimento, educação, comprometimento e atenção ao público: Chiado Editora.

Fui na sexta feira procurar um livro e meio que fiz a moça me prometer levar o livro pra mim até o domingo. Cobrei tanto que ela cumpriu até antes do prazo. No sábado já estava com o livro em mãos.


E ao ir buscar o livro, me deparei com o lançamento de um livro lindo que me arrependi de não ter comprado. Segue a foto e vão entender o porquê do arrependimento.






A minha participação terminou aí, foram 3 dias intensos de bienal. E que venha a de 2018.











terça-feira, 19 de abril de 2016

Resenha n° 14 - Tudo e Todas as Coisas









Título: Tudo e Todas as Coisas

Autor: Nicola Yoon

Editora: Novo Conceito

Páginas: 304

Classificação: 5 estrelas e favoritado


Sinopse: "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

Skoob

Esse foi o primeiro livro físico recebido em parceria com a Editora Novo Conceito. 

Além da campanha de divulgação que foi feita, do marcador de livro fofo. Me diz como não se apaixonar por um livro cujo primeiro parágrafo te deixa com sentimentos divididos?

"LI MUITO MAIS LIVROS QUE VOCÊ. Não importa quantos
 você já tenha lido. Eu li mais. Tive tempo para isso."

Assim Madeline inicia nos contando sobre sua doença rara (um tipo de Imunodeficiência Combinada Grave - IDCG), ou doença da criança na bolha, cuidados que recebe de sua enfermeira Carla e sua mãe, a médica Pauline. 

O quarto de Madeline é inteiramente branco, todos seus livros são esterilizados antes de chegar às suas mãos. Ela não pode consumir qualquer tipo de alimento e não entra em contato com outras pessoas, a menos que passem por um processo de "descontaminação" antes. Seus dias são iguais, divididos entre estudar em casa, com aulas via Skype com alguns tutores, esporádicas aulas presenciais com um ou outro desses professores, deveres de casa, livros e noites divertidas com sua mãe, para jogos ou filmes.

Essa rotina é quebrada quando chega a mudança de uma família para a casa vizinha. Madeline repara nos novos vizinhos: os pais e um casal de filhos.

Há uma troca de olhares entre Madeline e Oliver, a garota se interessa pela rotina dos novos vizinhos e se espanta quando os jovens vão até sua casa levar um bolo de presente. Sua mãe sai e tenta despistar sem contar o porquê de não poder receber tal gesto de boa vizinhança, mas só deixa mais curiosidade no ar.

Madeline e Oliver começam a conversar por meio de emails e bate papos à noite ou durante a madrugada. Com isso, a garota começa a convencer a sua enfermeira a permitir que o jovem a visite, prometendo cumprir algumas condições como: cada um em um canto do cômodo e não se tocarem.

Os jovens se conhecem pessoalmente e a interação entre eles vai aumentando, assim como os sentimentos amorosos. Até a mãe dela descobrir, despedir a enfermeira e proibir que os encontros e conversas continuem.

Madeline entra em um estado depressivo, desanimada, até colocar um plano de fuga em prática. A garota consegue que Oliver a acompanhe em uma aventura pelo "mundo de fora"... 

Quer saber mais? Não posso contar, afinal... odeio spoilers. 

Corra para conferir... 

Já aviso que sofri, me diverti, amei, odiei, entendi, apoiei, enfim... 

Vale a pena cada momento da leitura.

E já estou no aguardo de um novo livro dessa autora, conforme foi noticiado aqui.



















quinta-feira, 24 de março de 2016

Maratona Literária de Páscoa



Feriado prolongado significa oportunidade de colocar as leituras em dia. E, nada melhor do que empolgar com as novidades da Editora Novo Conceito. Aproveitar para ler essas novidades e alguns outros que estão aqui faz um tempo. Bora para a meta nada conservadora. rs

1) O Ladrão de Destinos - Nanuka Andrade - 319 páginas

2) Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon - 304 páginas

3) As Garotas de Corona Del Mar - Rufi Thorpe - 288 páginas


5) Corações Feridos - Louisa Reid - 256 páginas

6) A Menina da Neve - Eowyn Ivey - 352 páginas

7) Todos os Nossos Ontens - Cristin Terrill - 352 páginas

8) A DesconhecidaPeter Swanson - 288 páginas

9) Neve na Primavera - Sarah Jio - 336 páginas

Tenho títulos físicos, mas lerei os ebooks por ser mais rápido (sou dessas) e outros só tenho o ebook, ou por estar em promoção, ou por ter somente essa versão (por enquanto).

Claro que se conseguir ler e resenhar tudo isso nos próximos dias ficarei bem empolgada, mas se não o fizer, continuará na meta de leitura e, certamente serão lidos em breve.

Resenhas assim que possível.

Aguardem e me desejem sorte.

Bom feriado e boas leituras a todos.



sábado, 20 de fevereiro de 2016

Resultado da Maratona Literária de Carnaval 2016


Demorei a postar o resultado da Maratona Literária de Carnaval, pela correria da volta às aulas.

Vamos lá então.

A Maratona Literária de Carnaval foi organizada pelo segundo ano consecutivo pelas fofas da Ju do Nuvem Literária e Thaís do Pronome Interrogativo.

Se já foi legal no ano passado, nesse ano foi melhor ainda. Seja pelos desafios criados por elas, ou pela interação nas redes sociais, como Twitter, Instagram e Facebook.

O meu grande problema foi a TBR gigante que montei. rs

Mas até que não fui tão mal assim, visto que consegui ler a maioria deles. E vamos falar de cada um deles.

Comecei a ler pelo livro

Quarto - Emma Donoghue - 350 páginas

Faz algum tempo que li sobre esse livro e foi bem difícil de conseguir comprá-lo, primeiro por nem sempre lembrar, depois por não encontrava, quando o consegui, demorei a animar para ler.

É um livro triste e lindo ao mesmo tempo, afinal como não se emocionar com a inocência de um garotinho de 5 anos que tinha como o quarto o seu mundo inteiro? Fiquei tão sem ação que nem consegui resenhar e nem sei se um dia conseguiria. Agora falta assistir ao filme.

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - 378 páginas
A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - 406 páginas
A Vingança de Mara Dyer - Michelle Hodkin - 378 páginas

Logo em seguida comecei a ler a trilogia da Mara Dyer. O primeiro livro foi o melhor, pois nos inseria na história, deixou um gostinho de quero mais devido ao final. O segundo livro passou a ser mais do mesmo e o terceiro só terminei a leitura pra me ver livre da série. Se gostei? Sim, claro, afinal até cotei altas notas, mas será que um dia relerei? Ainda não o sei. Resenhar não me deu vontade também. Me desculpem. 

O Sol é Para Todos - Harper Lee - 350 páginas
Vá, Coloque Um Vigia - Harper Lee - 252 páginas

Logo em seguida, decidi "tomar vergonha na cara" e ler o clássico que almejava fazia tanto tempo. E, nossa, veio a seguinte frase na cabeça: Por que raios não tinha lido antes? Gente, que livro mais lindo. Quanta poesia e amor em tão poucas páginas.
Só não consegui terminar a continuação. Estou quase na metade e vou tentar esse final de semana.

As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones - 406 páginas
O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - 406 páginas
A Escolha Perfeita do Coração - Bianca Briones - 154 páginas

Agora quanto às releituras dos livros da Bianca Briones? Falhei miseravelmente. Admito, mas vou lê-los e resenhá-los assim que possível. O primeiro já tem resenha aqui no blog. Se quiser conferir a resenha de As Batidas Perdidas do Coração, clique aqui. Esse livro foi lido no carnaval do ano passado, na primeira edição dessa maratona organizada pela Ju e Thaís.

Ah, vale dizer que consegui cumprir todas as metas dos desafios propostos. o/

Chegou a hora de contabilizar as páginas lidas.

Foram lidos 5 dos 9 livros. 1862 páginas das 3080 pretendidas. 

É, até que não fui tão mal quanto imaginei no início.

Um adendo pra minha lembrança: escolher menos livros. Um livro por dia está bom, ou um livro gigantesco. rs


quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Projeto Lendo Harry Potter



E vamos começar o ano com um projeto legal?

A Ju do Nuvem Literária vai ler Harry Potter pela primeira vez e montou esse projeto para quem quiser ler/reler e discutir ao mesmo tempo.

Maiores informações e o formulário para participar está no vídeo.

https://www.youtube.com/watch?v=_VT1nGg9Gsg (colocando o link pq o blogger não quer facilitar a minha vida)

O intuito é ler um livro por mês, a partir de fevereiro, e ir comentando no grupo de Facebook que ela criou.

Reli pouco mais de um ano, mas em se tratando de Harry Potter, como recusar uma oportunidade como essa? rs

Então vou reler nesse box lindo que a Rocco publicou no ano passado e depois assistir aos filmes, assim como a Ju, comprei o box com todos os filmes. Já li e reli cada livro, assisti a alguns filmes, mas não vi os 3 últimos (Shame on me).

E como reli e não resenhei, tentarei fazê-lo agora.

Sei que alguns alunos amam Harry Potter e outros nunca leram, então que tal embarcar nesse projeto lindo?























sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Meta de Leitura Para 2016



Feliz Ano Novo, galerinha. o/

Para começar bem o ano, nada como montar uma meta de leitura (Tá, demorei muito e acabei sendo um pouco mais simplista).

Aqui tem uma lista inicial, que pode ser mudada ao longo do ano, mas que a priori está definida. 

Este ano pretendo ler os livros que estão parados há tempos aqui em casa, ou que já deveria ter lido por vontade. É que tenho uma lista e fico sempre passando outros na frente (afinal quem nunca? rs).

Então vamos lá...

O primeiro a constar aí é o box com a Obra Completa: Sherlock Holmes, pois é, como uma leitora fiel de Agatha Christie só leu até hoje um livro que fala sobre o Sherlock? Vamos sanar essa heresia esse ano. 

Jonathan Strange & Mr. Norrel já está para ter lido tem mais de 10 anos, tanto que tenho a capa anterior ainda, foi-me indicado pelos amigos da ACBR (grupo de amigos leitores de Agatha Christie), logo que foi lançado aqui no Brasil, falaram que era conhecido como um Harry Potter para adultos.

Decameron foi um livro que conheci na escola, na oitava série do ensino fundamental, a professora de história nos deu a introdução e algumas novelas para ler e fazer um trabalho, sempre quis ler o livro inteiro e esse ano vai ser realizado. 

Battle Royale sempre ouvi maravilhas a respeito, então vamos conferir. Lembro de ter lido algo como que pode ser considerado o percussor de  Jogos Vorazes.

O Pintassilgo é um livro premiadíssimo e me deu vontade enorme de ler, até comprei o ebook em pré venda (shame on me por ainda não ter lido, quase 2 anos já).

Frankenstein, Drácula, O Médico e o Monstro é outro dos livros que já tem mais de 10 anos encostado aqui, tanto que o volume que tenho é da capa anterior, até veio um marcador de livro com a ilustração da capa (lindeza).

Filme Noturno foi o primeiro livro que ganhei de cortesia do Skoob, devo confessar que só resolvi a ler por ter tido conhecimento de que é recheado de notícias de jornais e outras partes... não vou me aprofundar aqui, tentarei resenhar qdo terminar a leitura.

Logo em seguida vem a trilogia Divergente, a qual me disseram ser melhor do que Jogos Vorazes. Ah, se não for...

E não menos importante, virá a releitura de Harry Potter, para o projeto do Nuvem Literária, o vídeo de anúncio de tal projeto pode ser visualizado aqui.

Todos os nossos ontens foi um dos últimos lançamentos da Novo Conceito e que me deixou curiosa, comprei em ebook e vou ler em breve.

Essa é a minha lista inicial, aos poucos vou colocar outros e claro que terão trocas ou inserções, se bem que tenho em mente deixar os livros na lista, pra lembrar ou tomar vergonha na cara. hehehe

E como estão as listas de vocês?






















quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Aniversário do Blog.



E aqui estamos, 1 ano de blog, não com tantas postagens como desejava no início, mas com o mesmo intuito de como iniciamos esse espaço. Não sabe ao que refiro? Dê uma olhada no post inicial então.

Foram diversos eventos literários, amizades firmadas, outras iniciadas, livros maravilhosos lidos, alunos empolgados, marcadores de livros fofos. O que mais pedir?

As postagens não são tão constantes, quem sabe daqui para a frente alguns alunos se empolguem e passem a ajudar (direta ou indireta? rs). Enquanto isso não acontece, vou postando como e quando der. Portanto agradeço a todos que seguem as postagens e tem nos apoiado.

Obrigada e esse aniversário é de todos.

Mês que vem vou lançar um super sorteio em comemoração à 1 ano de blog.

E vai ter sorteio específico para os meus alunos. Bora participar mais, galerinha, afinal esse blog foi feito para vocês também. <3

Aguardem e confiem. ;-)